Tags

, , , , , , , , ,

“Disciplina é a base da recuperação”, não cansa de dizer meu velho consultor da clínica onde estive internado por três temporadas de 28 dias e para a qual retorno pelo menos uma vez por mês como visitante. Parece que quando tudo se encaixa, quando as informações que temos sobre alcoolismo se tornam claras e nosso desejo primordial de parar de beber se instala, essas verdades começam a fazer um imenso sentido. Quando realmente entrei em sobriedade uma das primeiras coisas que percebi é que eu estava colocando em prática essas máximas que tanto ouvi, seja no centro de recuperação, seja em reuniões de Alcoólicos Anônimos. E talvez a principal delas seja justamente essa: a de que a disciplina é a base da recuperação.

Sejamos sinceros, todo o alcoólico quer fazer as coisas do seu jeito. E o seu jeito involuntariamente é avesso ao trivial, ao sensato, ao comum e praticado pela sociedade. Seja por ego inflado, orgulho, prepotência ou qualquer outro defeito de caráter do tipo, todo o alcoólico é avesso a regras. Alguns podem até cumpri-las durante toda a vida e até ser taxados como pessoas servis ao extremo. Mas quando o álcool está agindo em suas cabeças, o servilismo acaba. Dentro daquele mundo imaginário podemos tudo, sabemos tudo e somos tudo aquilo que queremos ser. Porém, quando decidimos ter uma vida de abstinência tudo nos oprime e chegamos a ter certeza de que a paz nunca chegará, de que a alegria verdadeira nem mesmo existe. E esse é um engano que leva à recaída.

A vida em recuperação se torna bem mais prazerosa quando incluímos a disciplina no nosso dia a dia. É simples: precisamos fazer o que precisa ser feito. Sempre, todos os dias e na hora que as coisas necessitam ser feitas. Tudo, desde as coisas mais simples como dormir e acordar na hora certa, fazer higiene pessoal, manter a cama e as roupas organizadas… até as mais complexas, como desenvolver o programa de 12 Passos e manter um relacionamento íntimo com o Poder Superior.

Criar uma rotina e se programar sempre ajuda. Ter uma agenda bem organizada, programar sempre quando será sua próxima reunião de Alcoólicos Anônimos e se dedicar a cuidar da saúde é fundamental. É importante manter sempre em mente quais são suas prioridades (família, saúde, bem-estar pessoal, lazer, etc.) e, a partir delas, determinar as tarefas do seu dia a dia. Apenas o que não podemos fazer é ignorar tarefas e deixar espaço para o ócio.

Pense bem. Há tanto o que fazer. Além do seu trabalho, pode escolher dedicar um tempo específico para estar com a família, escolher um hobby semanal, adotar uma hora diária de exercícios, outra hora para a literatura. Você pode se dedicar a uma causa ou grupo. Pode fazer trabalho voluntário, servir a um grupo de A.A., visitar uma clínica, consertar ou organizar algo em casa… Tudo é questão de se organizar, manter uma agenda bem clara e incorporar a disciplina no seu cotidiano. Tenho certeza de que a recuperação é bem mais leve e tranquila dessa forma. O digo por experiência própria.

Anúncios