Como seria se as crianças pudessem escolher quais pais iriam adotar? A tocante campanha finlandesa traz uma reflexão sobre o abuso do álcool e sua consequência na convivência familiar, o chamado alcoolismo parental.

No vídeo, duas crianças chegam ao “orfanato” para adotar seus pais. Estes, por sua vez, sorriem enquanto conhecem as várias opções de “adoção”. Mas, quando chegam ao último casal, as crianças ficam tristes. Eles aparentam embriaguez enquanto discutem. As crianças não possuem escolha, então é com eles que o casal de pequenos acaba deixando o “orfanato”.

Fonte: www.alcoolismo.com.br