Tags

, , , , , , , , , , , , ,

Preocupada com o avanço do uso do Narguilé, tratado como tabaco aromatizado, especialmente entre jovens, a Organização Mundial de Saúde (OMS) atualizou a publicação “Narguilé para fumar tabaco: efeitos na saúde, pesquisas necessárias e ações recomendadas para os reguladores” produzida em 2005.

A Nota Consultiva foi elaborada por consultores de diversos países, incluindo o Brasil, e visa atender aos artigos 9 (emissão dos produtos do tabaco), 10 (divulgação de informações) e 11 (embalagem e etiquetagem) da CQCT, e objetiva orientar a OMS e as agências reguladoras condutas de educação e comunicação, além de informar os consumidores sobre os riscos do Narguilé.

O texto resultou dos debates realizados na Primeira Conferência Internacional sobre Narguilé, em Abu-Dabi, em outubro de 2013, e da segunda conferência “pesquisa sobre uso do Narguilé: a união das epidemias do narguilé e tabaco”, realizada em Doha, no Catar, em Outubro de 2014.

A OMS entende que a disseminação global do narguilé tem que ser combatida por meio de políticas e leis, e tem entre suas características, a aromatização do tabaco, o espaço social dos cafés e restaurantes, as políticas direcionadas dos meios de comunicação e a falta de regulação.


Fonte: World Health Organization (10/10/1015)

Anúncios